Dica da Nutri

Suplementação e Vegetarianismo

Olá pessoal tudo bem? Meu nome é Karla Escoda e esse é o Dica da Nutri sobre Suplementação e Vegetarianismo.
Uma dúvida bem comum no consultório é sobre a utilização de suplementos, tanto vitaminas e minerais quanto proteínas vegetais e o medo de ter carências nutricionais ao reduzir o consumo de proteínas animais.

Precisamos compreender que uma alimentação pode ser ou não deficiente em nutriente independente do consumo de produtos animais, visto que as refeições vegetarianas podem conter todos os nutrientes e aminoácidos que precisamos. Importante saber que as deficiências encontradas nos vegetarianos podem ser as mesmas na alimentação com carne.

Independente do nutriente, o que determina a utilização ou não de suplementos se dá pelos achados laboratoriais, investigação dos sinais/sintomas e avaliação nutricional.
O ideal para todos os indivíduos é ter acompanhamento médico e nutricional de rotina para a prevenção da saúde e não apenas tratamento. Qualquer sintoma diferente do habitual deve ser avaliado, desde sono irregular, alterações intestinais, estresse, cansaço, queda de cabelo, formigamento, compulsão alimentar, diminuição da concentração e memória, apetite, entre outros.

Suplementos…

O suplemento deve ser um complemento da alimentação e não um substituto. A vitamina B12, por exemplo, é produzida por bactérias no nosso intestino, por isso é importante garantir a saúde intestinal e processo digestivo eficiente para sua produção e absorção.

Todas as pessoas deveriam se preocupar com o aporte adequado e não apenas os vegetarianos, pois tanto na literatura quanto na prática clínica podemos ver inadequação dessa vitamina em onívoros e vegetarianos, sendo por baixo consumo ou má absorção. Importante salientar a importância do aporte adequado de todas as vitaminas do complexo B e não apenas a B12, pois elas atuam em sinergia.

Mulheres que consomem anticoncepcionais, pós-bariátrica e indivíduos com baixa produção de ácido clorídrico no estômago, por exemplo, são casos que terão diminuição do complexo B. Em relação a suplementação de ferro para os casos de anemia, são necessários exames para detectar a carência além dos sintomas avaliados na consulta. Em mulheres o risco de anemia é maior, devido aos sangramentos mensais.

Dica da Nutri

Dica da Nutri – Karla Escoda

Vitaminas

Além disso, precisamos ficar atentos também as taxas de zinco, vitamina C e complexo B para fechar diagnóstico. No que diz respeito à saúde óssea, devemos acompanhar os níveis de cálcio, vitamina D, vitamina K e magnésio para prescrever a suplementação. Os casos de hipovitaminose D são bem comuns, devido à baixa exposição solar. Precisamos compreender a importância de todos os nutrientes e não eles de forma isolada. O nosso corpo busca homeostase, ou seja, equilíbrio e as vitamina, minerais, compostos bioativos e fitoquímicos interagem entre si, por isso a importância de um acompanhamento e não apenas ingerir qualquer suplemento.

Os suplementos proteicos devem ser utilizados quando não for possível fazer uma refeição ou o aporte proteico necessário ao longo do dia for alto e você não conseguir ingerir tudo que foi prescrito no seu plano alimentar. O mesmo se aplica para hipercalóricos que são coadjuvantes da alimentação. Podemos citar também o uso da glutamina para melhora da saúde intestinal, a creatina para melhora de performance e síntese proteica, a beta-alanina para resistência à fadiga e aumento de força, entre outros.

Devemos ficar atento as cápsulas, pois na grande maioria são de gelatina (origem animal), por isso, a leitura do rótulo dos suplementos é tão importante. Informe seu médico/nutricionista se ele não souber e solicite uma cápsula vegetal. Fique atento também na lista de ingredientes e prefira os suplementos sem corantes e aromatizantes, quanto mais puro e limpo melhor.

Diante disso, todas as pessoas devem ter acompanhamento nutricional e realizar exames laboratoriais para avaliar seus níveis e nos casos de carência, ela deve ser suplementada na dose e por tempo determinado conforme sua necessidade e individualidade.

Karla Escoda

Nutricionista – CRN/1 11640 / CRN3- 00468/S
Pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional – VP Centro de Nutrição Funcional SP
Membro do Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional – IBNF
Representante do Núcleo Goiânia da Sociedade Vegetariana Brasileira – SVB
Co-orientadora e fundadora da LANF-PUC GO
Instagram @karlaescoda

 

Gostou dessa Dica da Nutri? Então acesse nosso Blog para ver o que comer e beber antes e depois do treino, Clique AQUI!

 SIGA NOSSAS MÍDIAS SOCIAIS

 

CURTA NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK.

SIGA NOSSO INSTAGRAM.

SE INSCREVA NO CANAL DO YOUTUBE.

Poste um comentário

Chame no WhatsApp